quinta-feira, 2 de setembro de 2010

De viver com você


Tentei mudar o caminho, virar a esquina errada.
No final das contas, me resta sua casa.
Porque ao fim de tantos desencontros e desilusões eu tenho a realidade.
E contudo afinal, é minha alma que só sabe chamar você.
E assim, negando tanto tempo, fugindo do óbvio, eu volto para seus braços.
Deitando no seu peito, me curando a dor, matando a sua falta, imensa falta por sinal.
Saiba que meu coração e todo resto é seu, sempre foi e agora eu aceitei que sempre será.
Cansei de desviar, assumi a escolha inevitável de viver com você, minha alegria.

3 comentários:

  1. amiga, adoro sempre os seus posts.
    tão romanticos.. sorte daquele que está em seus pensamentos.
    amo !

    ResponderExcluir